Novo Virtus tem estreia triunfal em vendas

27/02/2018
Em sete dias de emplacamentos, aproximadamente, o sedã da Volkswagen somou 1.023 unidades vendidas. Para começar, esse número o coloca à frente dos dois concorrentes diretos que já estão à venda. De 1 a 23 de fevereiro, o Honda City teve 453 emplacamentos. O Chevrolet Cobalt somou 961 exemplares vendidos no mesmo período.
 
Os números do Virtus impressionam. Isso porque fevereiro não pode ser considerado um mês completo de vendas do sedã.
O novo Virtus começou a ser distribuído na rede de concessionária no início do mês. Além disso, a campanha do Virtus na TV, algo fundamental para impulsionar as vendas, só começou na semana passada. Outro fator que surpreende no desempenho do novo sedã é o fato de a Volkswagen não ter realizado programa de pré-vendas.
 
E o que ele tem de especial?
Ao volante, o sedã tem comportamento idêntico ao do Polo, o que significa direção elétrica de respostas rápidas, suspensão bem equilibrada e conjunto mecânico (motor 1.0 turbo e câmbio automático de seis marchas) afinado. 
O Virtus tem visual harmonioso e moderno. Além de combinar com a dianteira, a traseira tem lanternas estilosas (espichadas para as laterais) e queda suave do teto.
E dependendo da versão, o sedã pode vir com sistema que aplica os freios automaticamente após uma colisão (para evitar a possibilidade de um segundo impacto), além de painel virtual, uma moderna central multimídia e até mesmo um manual cognitivo, desenvolvido em parceria com a IBM.