Dicas de como cuidar e calibrar os pneus

01/02/2019

Os pneus são um dos principais componentes de um veículo que devem ser sempre verificados para melhorar o desempenho e o consumo de combustível a durabilidade do pneu, e a segurança dos passageiros. Para manter os pneus sempre em perfeito estado, é preciso ter uma série de cuidados. Confira abaixo algumas dicas para calibrar os pneus do seu veículo:

1) Use a pressão indicada pelo fabricante Lembre-se sempre de calibrar os pneus do seu carro corretamente, sempre olhando as especificações do fabricante. Tal informação pode ser verificada no manual do proprietário do veículo e também em etiquetas espalhadas pela carroceria do veículo, como na parte interna das dianteiras, nas colunas “B” e na tampa do tanque de combustível.

2) Calibre os pneus seguindo o peso que o carro está carregando Ainda no manual do proprietário do veículo e em etiquetas na carroceria, é possível ver duas opções de pressão para o pneu: uma com duas pessoas e uma mala, indicando a carga mínima, e outra com várias pessoas e várias malas, indicando a carga máxima. Portanto, como as próprias ilustrações indicam, os pneus devem ser calibrados de acordo com o peso que o carro está carregando. Além do peso, é importante considerar a posição do pneu, já que a pressão varia de acordo com o eixo dianteiro e o traseiro.

3) Calibre com os pneus frios A pressão indicada pelos fabricantes é sempre quando o pneu está frio (próximo da temperatura ambiente). Neste caso, as partículas de ar dentro dos pneus estão mais estáveis. Ao calibrá-los nessas condições, as oscilações são pequenas, tornando a calibragem mais eficaz. Para garantir que os pneus estejam frios no momento da calibragem, certifique-se que você rodou, no máximo, três quilômetros da sua casa até o posto de combustível, por exemplo. No entanto, se isso não for possível e se os pneus já estiverem “quentes”, coloque 2 a 4 psi a mais que o recomendado pelo fabricante.

4) Verifique a pressão toda semana Recomenda-se verificar a pressão dos pneus e calibra-los toda semana ou, no máximo, a cada 15 dias.

5) Experimente calibrar os pneus com nitrogênio Usar nitrogênio ao invés de ar comprimido para calibrar os pneus do seu carro pode ser uma ótima alternativa. O gás nitrogênio consegue manter a pressão do pneu mais correta por um tempo maior e qualquer mudança de pressão será bem pequena, caso ela ocorra.

6) Não se esqueça do estepe! Muita gente costuma se lembrar apenas dos quatro pneus usados pelo carro e acabam deixando de lado o estepe. Se você for uma dessas pessoas, comece a ter o hábito de calibrar sempre o pneu do estepe, para que ele esteja em perfeitas condições quando você passar por uma situação de apuros, principalmente em uma rodovia durante uma viagem.